Doenças pulmonares: quais são as mais comuns e como os exames de imagem podem ajudar?

Mamografia Digital: Mulher deitada numa maca com um mão sobre seus seios segurando um aparelho de ultrassom.
Mamografia digital: como ela contribui para a prevenção e combate ao câncer de mama?
20 de maio de 2021
Mulher massageando garganta dolorida com as mãos
Eles são parecidos, mas não iguais: conheça a diferença entre nódulo e cisto
3 de junho de 2021

Doenças pulmonares: quais são as mais comuns e como os exames de imagem podem ajudar?

Doenças pulmonares: Doutores com máscaras e óculos examinam raio x do pulmão de um paciente

As doenças pulmonares atingem o sistema respiratório, parte complexa de órgãos formados pelos tecidos esponjoso e elástico, que tem como função a absorção de oxigênio e eliminação do dióxido de carbono, nutrindo as células do corpo.

Diariamente, as vias respiratórias são expostas a uma variedade de partículas e agentes como poeira, ácaros, fungos e outros que podem causar a contaminação por vírus e bactérias. Dessa forma surgem as doenças pulmonares, trazendo sintomas de desconforto como inflamações, dificuldades para respirar, tosse, espirros, e mais.

De maneira geral, essas condições podem afetar todas as pessoas. Contudo, alguns indivíduos podem apresentar predisposição genética e histórico clínico para o desenvolvimento desses problemas, como crianças, idosos e outros grupos.

Na leitura de hoje, vamos conhecer as doenças pulmonares mais comuns e como os exames de diagnóstico por imagem podem ajudar o médico a adotar uma conduta correta na hora de decidir o tratamento adequado para cada uma delas. Confira!

O que são doenças pulmonares?

As doenças pulmonares são enfermidades que afetam os órgãos do sistema respiratório, como faringe, laringe, brônquios, traqueia, diafragma, pulmões e alvéolos. Os distúrbios pulmonares são responsáveis pela inflamação e irritação na região respiratória e também obstrução de vias aéreas, dificultando a passagem de ar e comprometendo a respiração.

Enquanto algumas doenças pulmonares podem ser de fácil tratamento, outras podem se tornar crônicas, precisando de acompanhamento especializado por um longo período da vida ou até mesmo por toda ela.

Principais doenças pulmonares

As doenças pulmonares são responsáveis por atingir a função dos pulmões de diversos modos, prejudicando a troca de gases entre o sangue e alvéolos, ação que impede a absorção adequada de oxigênio.

 Em outros casos, o sistema brônquico não é capaz de distribuir o ar até os alvéolos, pelo fato dos brônquios estarem bloqueados ou pela dificuldade de contração dos músculos respiratórios.

Além disso, algumas doenças que afetam os pulmões, podem estar presentes pela incapacidade de remover substâncias estranhas acumuladas. Veja a seguir, algumas das doenças pulmonares mais comuns.

Asma

Doença inflamatória crônica, a asma é muito comum em crianças. Ainda que não apresente cura, as pessoas diagnosticadas com essa enfermidade podem ter uma vida normal e saudável desde que sigam o tratamento indicado. 

Os principais sintomas dessa doença pulmonar são: falta de ar, aperto no peito, chiado ao respirar, tosse seca, e respiração rápida e curta, sendo tais sintomas mais intensos à noite e nas primeiras horas da manhã. 

A asma pode ser causada por diversos fatores como poeira, ácaros, fungos, umidade, temperaturas baixas, obesidade, sedentarismo, excesso de atividades e histórico familiar. Entre suas principais complicações, a asma pode desencadear situações graves, como:

  • tosse permanente;
  • insônia;
  • crises de ansiedade;
  • alterações na estrutura e funcionamento dos pulmões;
  • hospitalização;
  • morte.

Para muitos pacientes com asma são solicitados estudos de tomografia computadorizada, onde poderemos acompanhar os achados e eventuais complicações da doença.

Tuberculose

Outro exemplo de doença pulmonar infecciosa é a tuberculose. Também pode atingir diversos órgãos, como os rins, ossos, pele e gânglios. A contaminação pela doença ocorre por meio de correntes de ar, tosse, espirro e contato próximo aos doentes devido a presença dos bacilos suspensos no ar.

Entre seus principais sinais e sintomas, o indivíduo pode ter tosse seca, falta de apetite, emagrecimento repentino, suor noturno, febre baixa e expulsão de catarro esverdeado com presença de sangue. Ainda com tratamento realizado de forma adequada, esses sintomas podem continuar por várias semanas. Por isso, é prudente ficar atento caso a tosse continue persistente por muito tempo.

A tomografia de tórax é muito utilizada para avaliação da atividade inflamatória e acompanhamento das sequelas. Opacidades e micronódulos centrolobulares, focos de consolidação, vidro fosco, entre outros, são achados corriqueiros neste exame.

Pneumonia

A pneumonia é uma infecção grave que atinge os pulmões, alvéolos pulmonares e interstícios. É provocada pela entrada de agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, no espaço alveolar.

Ainda que não seja uma doença contagiosa nem transmissível, a pneumonia pode ser contraída facilmente por indivíduos que apresentam sistema imunológico deficiente, como em casos de desnutrição, câncer e HIV.

Entre os principais sintomas apresentados por uma pessoa com pneumonia, estão presentes: febre alta, suor noturno, tosse seca, dificuldades para respirar, falta de ar, dores no peito e cansaço que pode levar a dores musculares.

Radiografias de tórax (raios-x) e tomografia de tórax são muito utilizadas pelos médicos para diagnóstico e acompanhamento da pneumonia. Será possível avaliar linfonodomegalias, derrames pleurais e diversas complicações através do exame.

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica 

A doença pulmonar obstrutiva crônica, conhecida como DPOC, é um problema progressivo e irreversível que afeta os pulmões e destrói os alvéolos pulmonares. Entre as principais características dessa doença está a total destruição do órgão, com a inflamação dos brônquios, fibrose e destruição dos sacos alveolares.

Mais comum em pessoas com idade avançada e que já tiveram tuberculose, a DPOC afeta 80 milhões de indivíduos no mundo, segundo informações da OMS (Organização Mundial de Saúde). No Brasil, a estimativa é que cerca de 5,5 milhões de pessoas contraiam a doença por ano.

Assim como outras doenças pulmonares, a DPOC apresenta sintomas como falta de ar intensa. Por esse motivo, é fundamental buscar atendimento médico assim que os primeiros sintomas sejam percebidos. Além da poluição, o cigarro é um grande risco para o desenvolvimento dessa enfermidade.

O enfisema e a broncopatia inflamatória são achados bem avaliados pela tomografia computadorizada do tórax.

Embolia Pulmonar

A embolia pulmonar é uma doença provocada por coágulos formados nas veias das pernas ou da pelve, que é transportado por meio da circulação até o pulmão onde obstrui os vasos sanguíneos. Essa ação resulta em sintomas como dor torácica aguda, falta de ar e tosse. Por seu grande risco à vida, a embolia deve ser diagnosticada e tratada rapidamente, evitando complicações e morte.

A angiotomografia computadorizada é o exame mais solicitado para a avaliação de trombos nas artérias pulmonares. Este exame está sendo muito utilizado durante a pandemia, pela correlação entre a COVID-19 e tromboembolismo pulmonar.

Exames para o diagnóstico de doenças pulmonares

Para que as doenças pulmonares sejam diagnosticadas e tratadas de forma rápida e adequada, o médico responsável pela consulta ou atendimento certamente vai exigir exames laboratoriais, clínicos e também de imagem.

Afinal, são esses que permitem a visualização apropriada do pulmão e suas adjacências, possibilitando compreender cada caso, confirmar o diagnóstico e a decidir a conduta adequada para o tratamento. Conheça os exames de diagnóstico por imagem que são indispensáveis diante de doenças pulmonares.

Raio-X

O raio-x é um exame simples e muito solicitado quando há suspeita de doenças pulmonares ou cardíacas. Ele permite a visualização do pulmão,coração e caixa torácica, entre outros.

Tomografia computadorizada

Outro exame muito utilizado é a tomografia computadorizada, procedimento que oferece a visão detalhada da região torácica. Em geral, o contraste não é necessário em estudos de tomografia do tórax, mas todo caso é avaliado individualmente pelo nosso médico especialista. 

Ultrassonografia

A ultrassonografia é solicitada pelo médico para detectar a presença de líquidos no espaço pleural, ou seja, região onde existem duas camadas de pleura, cobrindo os pulmões e a parede torácica. Além disso, a ultrassonografia também contribui para orientar o profissional caso seja necessário a punção de líquido na cavidade.

Diante das diferentes possibilidades de doenças pulmonares, os exames de diagnóstico por imagem e suas variações são considerados fundamentais para a descoberta, acompanhamento e tratamento destas enfermidades. 

Agora que você conheceu as principais doenças que podem afetar os pulmões e como é possível identificá-las, não deixe de procurar atendimento médico caso sinta qualquer um dos sintomas citados acima. Para realizar exames de imagem que podem diagnosticar doenças pulmonares e muitas outras, é importante buscar uma clínica conceituada e com profissionais qualificados. Por isso, é o momento de conhecer a Clínica Scoppetta, um dos centros de diagnóstico mais conceituados de São Paulo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Podemos ajudar?