Mamografia digital: como ela contribui para a prevenção e combate ao câncer de mama?

Diagnóstico precoce: médico aperta mão de paciente em gesto de apoio.
A importância do diagnóstico precoce
7 de maio de 2021
Doenças pulmonares: Doutores com máscaras e óculos examinam raio x do pulmão de um paciente
Doenças pulmonares: quais são as mais comuns e como os exames de imagem podem ajudar?
27 de maio de 2021

Mamografia digital: como ela contribui para a prevenção e combate ao câncer de mama?

Mamografia Digital: Mulher deitada numa maca com um mão sobre seus seios segurando um aparelho de ultrassom.

O câncer de mama é atualmente uma das doenças que mais atinge mulheres acima de 40 anos no Brasil, apresentando 66.280 casos somente no ano de 2020, segundo informações do INCA (Instituto Nacional de Câncer). É por este motivo que a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda a realização da mamografia digital anualmente em mulheres a partir desta idade.

Contudo, em alguns grupos este rastreamento deve começar antes, como em mulheres que apresentam casos de câncer de mama na família. Assim, com um diagnóstico precoce e o tratamento correto, os índices de cura são bastante altos.

Para que isso aconteça, o acompanhamento médico de rotina é fundamental, visto que a mamografia é o exame mais importante para diagnosticar a doença ainda na fase de início, contribuindo para um tratamento adequado e com maiores chances de sucesso. A seguir, você vai conhecer melhor a mamografia digital e entender a importância de manter este exame sempre em dia!

O que é a mamografia digital?

A mamografia digital é um exame diagnóstico realizado com o objetivo de encontrar possíveis anormalidades na região das mamas. Com tecnologia ultra sensível, o exame é rápido e preciso, feito com a utilização do mamógrafo, aparelho que obtém imagens que permitem que o diagnóstico seja feito. 

Como este exame é feito?

Considerado um avanço significativo, o mamógrafo digital cumpre seu papel de forma preventiva e diagnóstica quando operado por um técnico de radiologia. Durante o exame, a mulher tem a mama posicionada em uma bandeja, recebendo leve pressão (fundamental para que os tecidos sejam bem visualizados). Dessa forma, é possível que assuma a posição de disco, para que a avaliação seja realizada.

Em seguida, o aparelho emite baixa radiação e permite a captação de imagens nítidas que podem identificar potenciais anormalidades. Após a mamografia digital, as informações são encaminhadas em alta definição para um computador onde um médico especialista poderá avaliá-las, sendo o responsável pelo laudo devido.

Para quem a mamografia digital é indicada?

Além de mulheres acima de 40 anos, idade em que a probabilidade de desenvolver o câncer de mama é maior, a mamografia digital é recomendada anualmente para pessoas que tiveram casos na família de câncer de mama.

Diferenças entre mamografia digital e convencional

A mamografia tradicional é conhecida como analógica. Nela, a radiação é capturada em um filme que deve ser revelado para a avaliação médica. Em casos como este, é necessária uma lupa para ampliação das imagens impressas.

Contudo, a mamografia digital possui radiação mínima que permite a captura de detectores posicionados abaixo da mama. Isso permite transmitir imagens de forma eletrônica para um computador com alta definição, permitindo que o especialista amplie as imagens, modifique enquadramentos e verifique pontos detalhadamente.

Essa eficácia torna possível a observação de calcificações, nódulos, lesões e outros problemas ainda no primeiro estágio da doença, fornecendo informações de forma detalhada para um diagnóstico precoce e tratamento efetivo.

A importância do autoexame na prevenção para o câncer de mama

Sabe-se que muitas mulheres deixam de realizar a mamografia digital por medo, vergonha ou por acreditarem que o autoexame é suficiente. No entanto, o exame de toque não contribui para a prevenção do câncer de mama.

Baseado em históricos de diagnóstico do câncer de mama, o autoexame detecta lesões já em estado avançado, quando os nódulos geralmente já possuem 3 ou mais centímetros. Por este motivo, é fundamental que, associado ao autoexame, a mulher mantenha sua regularidade nas consultas médicas, realizando anualmente a mamografia digital.

Passo a passo para o autoexame das mamas

O autoexame pode ser realizado em diversas posições. Para que seja mais fácil a percepção, realizá-lo sem roupa é a melhor forma de aumentar a sensibilidade. Existem 3 momentos diferentes nessa observação que podem ajudar na detecção do câncer de mama. Veja rapidamente, cada uma delas.

Palpação da mama em pé

Levante o braço esquerdo e apoie na cabeça. Em seguida, estique a mão direita para examinar a mama esquerda. Sinta toda a mama e realize movimentos circulares, de cima para baixo. Repita os movimentos na outra mama. Por fim, pressione os mamilos suavemente e verifique se algum líquido pode sair. O melhor momento para realizar este exame é durante o banho, com as mãos ensaboadas.

Palpação da mama deitada

Molhe uma toalha e dobre-a sobre seu ombro direito. Examine a mama direita com movimentos circulares, fazendo leve pressão. Apalpe a metade externa da mama, seguindo até as axilas. Faça o mesmo com a mama esquerda.

Palpação da mama em frente ao espelho

Observe os dois seios no espelho com os braços caídos. Com uma mão na cintura, faça força e observe se existe alguma anormalidade no formato comum das mamas. Em seguida, coloque a mão atrás da cabeça e observe o tamanho e posição do mamilo. Pressione-o com leveza para se certificar que não exista secreção.

Quando não diagnosticado de forma precoce, o câncer de mama pode ser muito agressivo. Por isso, é preciso utilizar a tecnologia que tem ajudado cada vez mais na prevenção desta doença, como na realização de exames como a mamografia digital. Para manter seus exames em dia, realize o acompanhamento em uma clínica com profissionais capacitados, como a Clínica Scoppetta.

Gostou destas informações? Então, conheça outros exames que você também pode realizar na Clínica Scoppetta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Podemos ajudar?