Ressonância magnética x radiografia: Entenda o papel dos exames de imagem para a avaliação de lombalgia.

Mulher massageando garganta dolorida com as mãos
Eles são parecidos, mas não iguais: conheça a diferença entre nódulo e cisto
3 de junho de 2021
mulher na frente de notebook com mão na cabeça expressando dor de cefaleia
Está com dor de cabeça? Conheça os papéis dos exames de imagem para a cefaleia!
16 de junho de 2021

Ressonância magnética x radiografia: Entenda o papel dos exames de imagem para a avaliação de lombalgia.

mulher segurando raio-x de coluna em cada mão

Segundo informações da Organização Mundial de Saúde, a grande maioria das pessoas já tiveram, ou vão ter, um episódio de dor nas costas em algum momento da vida. Ainda que seja comum, a lombalgia, nome usado para descrever a dor lombar, pode ter diversos motivos, questão que exige atenção especial do médico para um diagnóstico correto.

A dor é uma indicação de que algo no organismo não está certo. Por isso, embora o uso de analgésicos e anti-inflamatórios para alívio da dor seja feito por muitas pessoas, é preciso investigar as causas da dor, principalmente quando as crises são recorrentes.

Os exames de diagnóstico por imagem são excelentes alternativas que contribuem para que o profissional possa identificar os motivos da lombalgia, permitindo o tratamento correto de acordo com o diagnóstico. Confira a seguir, os principais exames utilizados para a investigação de quadros de dor na lombar, e quais são os mais indicados!

O que é lombalgia?

A lombalgia é toda dor que ocorre na região lombar inferior do corpo (parte debaixo das costas). Problema muito comum, a dor na lombar é a segunda maior causa de consultas médicas gerais, ficando atrás somente de resfriados comuns.

Devido ao grande número de estruturas na coluna, envolvendo ligamentos, tendões, músculos, ossos, articulações e discos, as causas para a lombalgia podem ser diversas. Isso ainda é somado a inúmeras doenças sistêmicas não reumatológicas que podem se manifestar com dores na região. Entre os maiores motivos de lombalgia, estão:

  • mau uso, ou uso excessivo das estruturas da coluna;
  • esforços repetitivos;
  • excesso de peso;
  • traumas;
  • condicionamento físico inadequado;
  • erro de postura;
  • posição de trabalho não ergonômica;
  • osteoartrose;
  • espondilite anquilosante;
  • infecções e tumores.

Qual o melhor exame de imagem para casos de dor na lombar?

Para que o médico possa chegar a um diagnóstico correto que ofereça o tratamento adequado, é preciso conhecer o histórico da dor que o paciente apresenta, associado a um exame físico meticuloso. 

Pode ser utilizado como forma de auxiliar o diagnóstico em casos de lombalgia aguda, com especial atenção para casos que estejam associados com febre, perda de peso e déficits neurológicos.

Além disso, em casos em que o quadro de dor é crônica, os exames também podem ser solicitados para uma melhor avaliação. Conheça um pouco mais sobre os exames de diagnóstico por imagem mais utilizados em casos de lombalgia.

Ressonância Magnética

Um dos exames muito utilizados para as dores na lombar é a ressonância magnética. Considerada um dos grandes avanços do século em diagnóstico por imagem, a ressonância é capaz de auxiliar na análise de doenças cardíacas, abdominais, neurológicas, ortopédicas e cervicais.

Além disso, a ressonância é indicada para diagnóstico de esclerose múltipla, tumores cerebrais, infecções da medula espinhal, tendinites, lesões e rompimentos de ligamentos. A ressonância da coluna é um exame não invasivo, que usa um campo magnético para produzir imagens da estrutura interna do corpo de forma detalhada, sem uso de radiação. Em geral, não é necessário a utilização de contraste, mas todos os casos são avaliados individualmente pelos nossos médicos especialistas.

Com as imagens de um exame de ressonância magnética, o médico pode detectar inúmeras doenças, descobrindo as possíveis causas para a lombalgia presente no paciente, o que auxilia bastante no tratamento. Atualmente, a ressonância magnética é o exame de diagnóstico por imagem que consegue oferecer maior número de informações para avaliação da coluna (por ex.: para avaliar hérnias de disco e outras complicações relacionadas a estas).

Raio-X

O raio-X é o exame muito utilizado para a avaliação das estruturas ósseas da coluna lombar e também permite a avaliação dos espaços discais (espaço entre os corpos vertebrais) e foraminais (pode onde passam os nervos). Entretanto, não consegue avaliar as partes moles (ligamentos, tendões e etc) como a ressonância magnética.

Tomografia Computadorizada

A tomografia computadorizada utiliza a mesma técnica do raio-x, contudo, com captação muito mais sensível. O exame é capaz de reconstituir as imagens de órgãos em alta resolução, que podem ser feitas até mesmo em 3D. Por sua precisão, é muito indicado para análise de tumores, hemorragias, fraturas e avaliação de condições delicadas de órgãos e estruturas internas. É um pouco inferior em relação a ressonância magnética para a avaliação da coluna.

Ao conhecer melhor a lombalgia, o médico pode desenvolver o tratamento adequado com a conduta correta para cada paciente. O diagnóstico clínico exige boa avaliação seguida de exames de imagem que possam confirmar a hipótese formulada durante a consulta, afastando a possibilidade da dor lombar estar associada a outras doenças. Portanto, entre os exames mais solicitados, a tomografia computadorizada e a ressonância magnética apresentam grandes valores diagnósticos ao evidenciar comprometimentos mínimos, que podem estar ligados a ligamentos e discos, superando a radiografia.

Contudo, para que o exame possa contribuir no diagnóstico final da lombalgia, é preciso escolher uma clínica especialista em exames de imagem, com equipamentos de última geração e equipe qualificada para as realizações, como a Clínica Scoppetta. Quer saber mais? Então, conheça mais sobre o serviço de tomografia computadorizada que a Clínica Scoppetta oferece a seus pacientes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Podemos ajudar?