Medicina da mulher: cuidados essenciais que toda mulher deve ter

Miocardite: coração artificial ao lado de um estetoscópio.
Saiba o que é a miocardite e quais as principais causas dessa doença
9 de dezembro de 2021
Jejum para exames: médica segurando maçã e fita métrica
Jejum para exames: cuidados e dicas essenciais
23 de dezembro de 2021

Medicina da mulher: cuidados essenciais que toda mulher deve ter

medicina da mulher: doutora receitando para paciente

Saúde é assunto sério e precisa ser discutido. Afinal, informação é uma das ferramentas mais poderosas que temos. E aqui iremos nos informar sobre medicina da mulher.

Aqui iremos conscientizar sobre a importância do assunto por meio de detalhes que serão abordados nos seguintes tópicos:

  • quais ações a medicina da mulher recomenda que sejam feitas constantemente;
  • quais exames a medicina feminina recomenda para identificar ou prevenir doenças.

Então, se você busca superar uma fase de saúde conturbada e/ou só quer ter uma vida mais tranquila, vem com a gente!

Quais ações a medicina da mulher recomenda que sejam feitas constantemente?

Felizmente, a medicina feminina avançou muito nos últimos anos e atualmente sabemos diversos hábitos cotidianos que podem prevenir diversos tipos de doença. Confira!

Manter uma alimentação saudável

É uma recomendação universal. O cuidado com a alimentação diária é fundamental para controlar diversos fatores, sendo o principal deles o colesterol.

Uma dieta restritiva até pode fazer você perder peso, mas não garante saúde. Por isso, tenha uma nutrição adequada e, se necessário, consulte um especialista.

Praticar atividades físicas

É importante sempre estar realizando exercícios com frequência. A OMS (Organização Mundial de Saúde), por exemplo, recomenda 30 minutos diários de atividade física em frequência moderada cinco vezes na semana.

Vale a pena encontrar meia hora por dia em nossa rotina para fugir do sedentarismo e garantir um futuro mais saudável.

Cuidar da higiene íntima

Na hora do banho, não economize sabonete. Certifique-se que tudo está bem higienizado, especialmente a região íntima. Esse tipo de descuido pode gerar problemas como candidíase e corrimentos.

Portanto, esteja sempre atenta à sua higiene íntima. Se necessário, marque um horário com um profissional ginecológico para que ele possa providenciar acompanhamento médico e manter essa região sempre saudável.

Conhecer o próprio corpo

Já falamos sobre higienização do corpo e agora vamos abordar o autoconhecimento: não ignore os sinais que o seu corpo dá. Fique atenta a sintomas como dores de cabeça, mudança de humor, variações acentuadas no peso. Eles podem ser indícios de que algo além do usual está ocorrendo.

Saúde mental

Felizmente o tabu sobre saúde mental está sendo desconstruído. Não despreze os sinais que sua própria cabeça demonstra. Estresse acumulado, ansiedade e depressão são alguns dos principais transtornos de saúde mental que atingem milhares de mulheres ao redor do mundo.

Em todos os casos é recomendado o acompanhamento de um especialista, seja da área de psicologia ou psiquiatria.

Realizar exames periodicamente

Mas nem todas as ações e hábitos são referentes a cuidados exclusivamente pessoais. Você já leu aqui em nosso blog sobre a importância do diagnóstico precoce. Então, realizar exames de rotina é a melhor forma de diagnosticar precocemente uma doença ou até mesmo evitá-la.

Quais exames a medicina da mulher recomenda para identificar ou prevenir doenças?

Já demos a dica que é necessário se consultar e fazer exames constantemente, mas agora vamos um pouco mais além: vamos falar sobre alguns dos exames específicos que uma mulher deve fazer constantemente.

Os mais famosos talvez sejam o papanicolau (identifica alterações nas células do colo do útero e deve ser feito anualmente a partir dos 25 anos) e a mamografia (identifica lesões, nódulos, assimetrias e pode diagnosticar precocemente o câncer de mamas. Deve ser feito anualmente a partir dos 40 anos).

Mas também devem ser feitos exames voltados para IST ‘s (infecções sexualmente transmissíveis), tumores, diabetes e demais enfermidades. Nestes casos, exames de ultrassom e sangue costumam ser úteis.

O corpo humano é único e devemos sempre estar atentos às suas particularidades. Para isso, nada melhor do que continuar lendo materiais informativos gratuitos sobre medicina da mulher.

Que tal acompanhar a SCOPP Diagnósticos em mais um texto com um tema extremamente importante? Saiba mais como fazer um autoexame de mama!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.