Diagnóstico por imagem: sua importância, por que levá-los em suas consultas e como as clínicas armazenam

mulher na frente de notebook com mão na cabeça expressando dor de cefaleia
Está com dor de cabeça? Conheça os papéis dos exames de imagem para a cefaleia!
16 de junho de 2021
criança e doutor segurando coração fazendo alusão ao atendimento humanizado
Para além do diagnóstico: a importância do atendimento humanizado em clínicas e hospitais
1 de julho de 2021

Diagnóstico por imagem: sua importância, por que levá-los em suas consultas e como as clínicas armazenam

técnicos analisando exames para fazer diagnóstico por imagem

Os exames de diagnóstico por imagem são recursos fundamentais para o diagnóstico, acompanhamento de tratamento e prevenção de doenças. Por esse motivo, tornam-se exames fundamentais na vida de muitas pessoas.

No passado, laboratórios e clínicas realizavam o armazenamento físico de exames de diagnóstico por imagem em sua própria sede, com arquivos que podem ocupar grande espaço. Com o avanço das tecnologias, é possível que exames sejam armazenados em nuvens e servidores para mantê-los sempre seguros.

A evolução de uma doença ou a recuperação do organismo exige guardar os exames para manter o quadro clínico do paciente sempre atualizado. Para esclarecer melhor este assunto, continue a leitura abaixo!

Qual a importância dos exames de diagnóstico por imagem?

A radiologia é uma área médica responsável pela realização e interpretação de exames de diagnóstico por imagem, com grande contribuição para o exercício atual da medicina. Por meio de exames e procedimentos, é possível para o médico investigar a anatomia e funcionamento dos tecidos de forma não invasiva.

Seja ao empregar diferentes tecnologias ou formas de radiação, os testes de diagnóstico por imagem ajudam a revelar anomalias no paciente e permitem a indicação de tratamentos específicos, direcionados para os achados dos exames.

Os exames podem apresentar diferentes aplicações, oferecendo informações preciosas para avaliar a eficácia dos tratamentos, ou mesmo para constatar o impacto e/ou evolução das lesões, apoiando o diagnóstico de diferentes doenças.

Por meio de simples exames, como radiografias, é possível avaliar pneumonias, tuberculoses e fraturas. Já exames como ressonância magnética auxiliam na observação de detalhes em doenças neurológicas, musculotendíneas e/ou cardiovasculares, por exemplo.

Ainda é possível rastrear doenças e iniciar o tratamento de forma precoce por meio destes exames, como é o caso da mamografia e o câncer de mama. Questões como essas tornam os exames de diagnóstico por imagem fundamentais para o tratamento e prevenção de doenças, tendo grande valor dentro dos exames para check up.

Por que guardar os exames de diagnóstico por imagem?

Para avaliar a evolução do paciente. Utilizar as imagens de exames de diagnóstico por imagem anteriores para comparação é muito importante. 

Muitas vezes o profissional pode evitar que o paciente tenha que realizar exames mais sofisticados simplesmente comparando exames antigos com os atuais. Sem os laudos anteriores, o médico pode ter maiores dificuldades para chegar a certas conclusões.

Ajuda muito quando o paciente realiza todos seus exames num mesmo local, assim os médicos conseguem acessar de forma mais fácil os resultados anteriores e comparar a evolução dos achados.

Para se evitar desgastes com impressão, mão de obra e espaço, mantê-los armazenados em nuvem é a alternativa mais viável e comum nas clínicas de diagnóstico por imagem.

Como as clínicas guardam seus exames?

Os exames de imagem fazem parte do prontuário médico e devem ser armazenados nas instituições por 20 anos, seja no formato físico ou digital. Após esse período, os documentos podem ser eliminados ou entregues ao paciente.

O avanço da tecnologia em unidades de saúde possibilita oferecer o melhor serviço ao paciente. Não somente em consultas e diagnósticos, mas na entrega, registro e proteção dos exames para acessos futuros.

Dessa forma, os documentos armazenados na nuvem não ficam sujeitos a serem perdidos ou danificados devido a problemas, extravios ou lotação.

A facilidade de acesso também possibilita que quando novos exames são realizados, sejam vistos pelo mesmo profissional que avaliou os exames prévios. Por já conhecerem o histórico do paciente e a progressão médica, novos diagnósticos se tornam mais assertivos.

No artigo, você pôde conferir a importância dos exames por imagem e como guardar os exames realizados contribui para o diagnóstico e tratamento de cada paciente. 

Para casos em que o período de validade do exame já tenha passado, é fundamental obter novas avaliações para comparação e análise da evolução do paciente.Quer saber mais sobre exames de diagnóstico por imagem? Então, conheça a Clínica Scoppetta, um dos centros de diagnóstico mais respeitados e experientes de São Paulo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.