Radiação na medicina diagnóstica: entenda sobre este assunto

tecnologia na medicina: microscópio em laboratório médico
Entenda os principais benefícios da tecnologia na medicina
26 de agosto de 2021
Autoexame de mama: Mulher apalpando mama enquanto usa camiseta rosa
Autoexame de mama: 4 pontos a serem observados
9 de setembro de 2021

Radiação na medicina diagnóstica: entenda sobre este assunto

Radiação na medicina: Médico com máscara realizando exame com radiação em paciente

A radiação na medicina pode significar a qualidade e assertividade em um diagnóstico. É comum que o nome assuste, mas, com segurança, ela é uma grande aliada na área de diagnósticos.

Há diversos casos em que os exames de imagem são essenciais e, nesse caso, a radiação surge como um complemento para agregar na qualidade dos resultados. Se quer entender melhor quando ela é utilizada e quais as principais aplicações, continue a leitura!

Entenda o que é a radiação na medicina

A radiação na medicina é utilizada em exames médicos, para diagnósticos e monitoramento de diversas doenças. É importante ressaltar que todo o processo é acompanhado por profissionais com conhecimento e em centros de referência.

A radiação é uma grande ferramenta para um diagnóstico preciso e com uma visualização mais detalhada da área examinada.

Aplicações mais comuns da radiação na medicina

Quem define a necessidade de realizar um exame com a utilização da radiação é o médico responsável. Os médicos sabem que, ao indicar um estudo de raios-x ou tomografia computadorizada, seus pacientes serão expostos a uma carga de radiação.

Aparelhos modernos têm conseguido gerar cada vez mais imagens de maior qualidade com o menor uso de radiação. Esse avanço garante maior segurança sem uma exposição prejudicial ou que possa causar danos a longo prazo no paciente.

Dentre algumas aplicações, atualmente as mais comuns são:

Raios-X

Sendo um dos  exames mais conhecidos, o raio-x é utilizado para casos clínicos mais recorrentes. Para exemplificar, eles são muito utilizados para visualização de fraturas, pulmões (como a suspeita de pneumonia), alterações ósseas degenerativas (como bico de papagaio) e os seios da face (por exemplo, na sinusite).

Por ser um exame versátil, em centros diagnósticos especializados e de alto padrão, é possível encontrar diferentes tipos de radiologias, por exemplo:

  • radiologia de membros inferiores e superiores;
  • radiologia especializada;
  • radiografia panorâmica da coluna vertebral.

Tomografia computadorizada

A tomografia computadorizada é um exame realizado de forma rápida e indolor. É essencial que o equipamento utilizado seja de alto padrão e com alta tecnologia, a fim de garantir diagnósticos mais precisos.

Em casos específicos, pode ser necessário a utilização de contraste venoso, que consiste em injetar uma substância na veia do paciente para facilitar a visualização completa. Há algumas contraindicações na utilização de contraste, como em  pessoas alérgicas ou com asma grave. Para maior segurança, toda a contraindicação é discutida com o médico radiologista especialista.

Mamografia

Voltado para o diagnóstico principalmente do câncer de mama, a mamografia é um exame com baixa dose de raio-x, realizado para conseguir visualizar as estruturas internas da mama.

Hoje em dia, é possível contar com equipamentos digitais, o que aumenta muito a qualidade das imagens e facilita nos diagnósticos precoces de câncer de mama. Por isso, a qualidade do centro de diagnóstico deve ser de alta tecnologia, pois interfere na qualidade do resultado.

É sempre recomendado que a mulher não utilize cosméticos e nenhum outro tipo de produto na região da mama ou axila, pois pode dificultar o diagnóstico.

Densitometria óssea

Esse exame é um ótimo aliado para diferentes fins. De modo geral, ele é aplicado para o diagnóstico e acompanhamento da evolução de doenças como osteoporose e osteopenia. Além disso, ele pode ser utilizado para práticas desportivas e na avaliação da composição corporal (gordura, massa óssea e massa muscular).

Esse exame é o ideal para conseguir informações precisas sobre a composição corporal, identificando o índice de massa magra e massa gorda, sendo possível traçar métodos para dietas, por exemplo. Esse é um exame que não exige preparos especiais nem jejum, e que é realizado em aproximadamente em 15 minutos.

Benefícios e riscos da radiação na medicina

De forma mais simples, a utilização de radiação na medicina colaborou para a facilitação de diagnósticos que necessitam de imagens de órgãos internos do corpo humano.

Já em relação a riscos, é importante garantir que a exposição a radiação não seja prolongada e que a pessoa esteja realizando seus exames em aparelhos modernos, que no geral, produzem menor quantidade de radiação. Além disso, é importante conferir se o paciente não tem histórico que possa ser um agravante no momento do exame.

Conte com a SCOPP Diagnósticos

Referência no segmento de diagnóstico por imagem, a SCOPP Diagnósticos oferece todos os exames citados neste artigo e, além disso, serviços personalizados. Caso tenha demanda para diagnósticos e laudos, sua clínica pode se beneficiar dos serviços da SCOPP. Para saber mais, acesse nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.